top of page

APRENDENDO SOBRE SUPERAÇÃO

Atualizado: 4 de set. de 2023

A coragem, de acordo com a neurociência, é uma das virtudes mais fortes do ser humano. Está vinculada à capacidade humana de superar, enfrentar e alcançar. De que maneira ela se conecta a tudo isso? Bem, conecta-se à nossa capacidade de enfrentar situações, alcançar objetivos, persistindo nas escolhas às quais optamos por escolher ao longo da vida, encontrando alternativas quando as situações parecem desesperadoras. Agora, vejamos como a coragem está ligada a todos esses pontos de forma mais clara.


Superar: Está conectada a convicção das nossas capacidades. Todos temos habilidades, algumas intrínsecas. A aceitação delas é a chave para a superação dos problemas e dificuldades relacionadas àquelas habilidades que não dominamos com tanta excelência. Muitas vezes fatores externos, pessoas e situações tentam nos puxar para baixo, mas saber no que somos bons e aceitar que existem coisas que faremos melhor do que outras é essencial para superarmos o sentimento de incapacidade advindo dessas situações.


Enfrentar: Antes de enfrentar, precisamos superar os obstáculos que nos impedem de avançar rumo ao objetivo. Não é possível superar algo sem dar o primeiro passo. Imagine-se passando em um concurso sem ao menos se matricular. É impossível cogitar essa possibilidade sem antes avançar em direção ao desafio proposto por ele. Devemos superar o medo para enfrentar o problema. Muitas vezes deixamos de enfrentar situações que nos limitam pelo vitimismo, permitimos que nossa mente nos limite e que sejamos colocados como os “coitados” na situação. Consciente ou inconscientemente deixamos de avançar por acharmos que não somos capazes ou que nossas habilidades menos desenvolvidas não são o suficiente para o que precisamos ou queremos. Vencer o vitimíssimo e enfrentar face a face os problemas é a forma mais sensata de chegarmos ao próximo passo: alcançar.


Alcançar: Chegar ao objetivo almejado. Esse passo só é atingível quando conseguimos superar os medos e nossas incapacidades e enfrentá-los. Assim como Davi enfrentou todo o caminho de sua casa até o campo de batalha onde estavam seus irmãos com o objetivo de levar comida a eles. Apesar de tudo que passou para chegar até lá, seus irmãos o humilharam. Ainda assim, ele protegeu suas emoções, não deixou que essas falas o limitassem.


Se Davi desistisse ali, nunca teria se tornado quem foi vencendo o gigante Golias. O “superar” de Davi foi chegar até seus irmãos, passando por muitos momentos complicados no caminho. Seu “enfrentar” foi não se abalar com a incredulidade que todos à sua volta tinham quando ele se propôs a lutar com o gigante. Isso o levou ao seu “alcançar”, vencendo Golias e libertando seu povo de uma guerra terrível. Davi ainda viria a se tornar um dos maiores reis de Israel e uma das maiores figuras bíblicas da história graças à sua coragem de superar, enfrentar e alcançar seus objetivos.


Marcia Souza

Pastora

Aluna de Teoterapia

33 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page