top of page

Flexibilidade e inflexibilidade

Ser uma pessoa flexível é ter a facilidade de entender, tratar e manter pensamentos e ideias de outros indivíduos. É ser uma pessoa diplomática, ou seja, aquela que sabe resolver conflitos com elegância e inteligência. Tem respeito pelo próximo e habilidade de lidar pacificamente com diferentes situações e comportamentos. A flexibilidade torna a pessoa capaz de se adaptar com facilidade a diferentes ambientes, atividades ou situações.


Além disso, a mantém motivada para agir de maneira assertiva quando necessário. Ela se refere à habilidade que tem de mudar de pensamento, buscar caminhos alternativos e explorar ideias. Isso pode ser entendido como flexibilidade cognitiva. Ela ajuda a encontrar soluções diferentes quando algo não sai como planejado.


A flexibilidade é a capacidade de pensar fora da caixa, ou seja, buscar soluções para a resolução de problemas. Pensar de maneira diferente é uma estratégia para alcançar o mesmo objetivo, mas reagindo de maneira diferente. Algumas pessoas têm dificuldades em ser flexíveis e reagem da mesma maneira em todos os tipos de conflitos. A inflexibilidade impede o progresso, a superação de desafios e a mudança de vida.


É crucial adotar uma postura flexível para discernir diferentes abordagens para cada tipo de conflito. Buscar mudanças dentro de nós mesmos, superando a mentalidade fixa e adotando a palavra "abertura" para aprender e evoluir. Não se pode ficar preso ao "Eu sempre fui assim."


A flexibilidade é vital para o crescimento e a prosperidade em todos os aspectos da vida, em nossa abordagem aos desafios. Além da abertura trazer mudanças, novas informações e perspectivas diferentes, isso permite enfrentar melhor os obstáculos, evitando uma queda nos padrões de intolerância, pois a mesma está diretamente relacionada à inflexibilidade.


A flexibilidade destaca-se como uma característica importante, uma vez que a inflexibilidade torna a pessoa rígida, ou seja, ela se apega exageradamente às próprias ideias, opiniões e gostos. Assim, quase não reconhece seus próprios erros. É extremamente importante e ao mesmo tempo difícil aceitar uma opinião diferente.


A rigidez mental ocorre quando uma ideia vai contra o que a pessoa pensa, ela então experimenta uma sensação estranha que a confunde e a paralisa, fechando-se para a razão. A incapacidade de mudar, de aceitar o novo, pode levar a pessoa à estagnação, resultando na perda de boas oportunidades, relacionamentos saudáveis e outros objetivos desejados, até mesmo impedindo o progresso na vida.


Por outro lado, quando se é flexível e aberto para aprender, evoluir e se adaptar a situações, isso permite encarar desafios com a mente aberta, encontrando soluções criativas e desenvolvendo-se como pessoa. É preciso entender que a flexibilidade varia de pessoa para pessoa, pois certas amplitudes podem ser alcançadas mais facilmente por algumas pessoas, mas não por outras.


Está ligada ao nível de funcionamento do ser humano e à compreensão do medo, envolvendo também a qualidade de vida, ou seja, a maneira como a pessoa lida com o sofrimento e como age diante de eventos avaliados como desagradáveis. Flexibilidade é um substantivo feminino, com origem no termo latino "flexibilis," que significa "dobrável" ou "maleável."


O ponto central aqui é que a flexibilidade é fundamental para melhorar nossa abordagem aos desafios. Pode-se aprender muito com a pessoa de Davi. Ele se destacava por ser consistente e cuidar das ovelhas de seu pai, enfrentando todo tipo de perigo e dificuldade. Essa consistência o levou a ser uma pessoa flexível no enfrentamento de problemas, dificuldades e conflitos. A prova disso é que ele estava sempre disposto a obedecer seu pai e a aprender com as dificuldades de um pastor daquela época. Ele não desistia, não se entregava. Diariamente, com a perseverança e dedicação de um filho obediente, ia para o pasto, sem saber o que esperava. E quando as coisas não saíam como se esperava, usava o que tinha para resolver os conflitos que muitas vezes colocavam em risco a sua própria vida.


Que possamos ser flexíveis e persistentes na resolução de conflitos assim como Davi, sendo abertos às mudanças e às novas informações, e a ouvir diferentes perspectivas. Isso nos permitirá enfrentar melhor os obstáculos e evitar cair em padrões de intolerância e inflexibilidade, mantendo nossa capacidade para agir de maneira assertiva diante do inesperado.


Márcia Souza

Aluna de Teoterapia

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page